Pular para o conteúdo principal

Destaques de uma curta passagem por Córdoba (AR)

Córdoba, Agosto de 2016

Comecei a contar no post anterior que eu havia retornado a Argentina, dessa vez a trabalho, quatro meses depois de ter passado parte das férias por lá. Nessa ocasião, estaria a trabalho por seis dias em Córdoba, cidade onde eu ainda não havia estado antes. Córdoba se tornaria então a sexta cidade argentina que eu estava tendo a oportunidade de conhecer. Até aquele momento já tinha visitado Buenos Aires, Ushuaia, El Calafate, Bariloche e San Martin de Los Andes.

Códoba Business Tower - Mistura do antigo com o novo
Córdoba é a segunda maior cidade da Argentina tanto em termos populacionais quanto economicamente falando. Também é uma cidade universitária atraindo estudantes de todo o país. Como eu estive lá a trabalho, vi muito pouco do que a cidade pode oferecer mas como pouco ainda é alguma coisa, vou deixar registrado aqui alguns destaques do que vi, vivi e comi por lá... rsrs

A arborizada Av Figueroa Alcorta em Córdoba margeando o Rio Cañada
A primeira coisa que me chamou atenção andando pelo centro da cidade foi a arquitetura. Vi alguns prédios modernos, altos e espelhados erguidos sobre construções de arquitetura clássica e antiga. Em qualquer lugar do mundo é comum demolir a estrutura antiga e erguer a construção moderna. Em Córdoba parece que eles gostam de fazer diferente. O que eu achei mais bonito foi o Córdoba Business Tower que fica na Yrigoyen 146... a foto dele está no início desse post. O Yrigoyen 111 Hotel segue a mesma filosofia e também chama bastante atenção!

Yrigoyen 111 Hotel - mais um exemplo da junção do velho e do novo em Córdoba
Il Nonnino Pizzas

Mudando de assunto, em Córdoba também achei alguns bons lugares para comer! O primeiro que vou destacar é o Il Nonnino Pizzas que fica na José Manuel Estrada, 52. Lugar descontraído onde comemos um gostoso bife a milanesa num almoço. O Il Nonnino foi recomendado por um amigo com quem eu havia trabalhado no Brasil mas já estava morando em Córdoba há mais de um ano até então.
Da esquerda pra direita Felipe, o que recomendou, eu e Wandélio que estava viajando comigo para o mesmo projeto

Alcorta Carne y Vinos

Para o jantar encontramos dois restaurantes na Avenida Figueroa Alcorta que merecem destaque! O primeiro foi o Alcorta Carne y Vinos onde pedimos um dos pratos que mais saem na casa, o Gran Bife de Chorizo Alcorta que é um bife de chorizo, coberto com uma lasca de tomate e duas generosas fatias de bacon acompanhado de batatas fritas portuguesas. Para tomar uma taça de vinho. Escolhemos o Punto Final Malbec da bodega Renacer safra 2015! Tudo excelente mas não acabou por aí!
Experimentando o Gran Bife de Chorizo Alcorta
Experimentando o Gran Bife de Chorizo Alcorta
Disse que não acabou pois a sobremesa também foi especial e pra mim muito surpreendente! Encontramos no cardápio nada mais nada menos que Arroz Dulce... o nosso famoso arroz doce! Especial pois esse doce me lembra infância, me lembra merenda de escola quando criança. Surpresa pois o último lugar que minha cabecinha limitada poderia imaginar encontrar esse doce que pra mim é super brasileiro, seria num restaurante em Córdoba! Enfim, não só encontrei como gostei muito! Extremamente bem feito e com raspinhas de limão! Muito bom! Fazia muitos anos que não comia! Talvez uns 20 anos!

Um expresso para acompanhar o Arroz Dulce - perfeito!
La Mamma

O segundo restaurante da Av Figueroa Alcorta que vai ter destaque aqui é o La Mamma. Pelo nome dá pra sugerir que é um restaurante italiano e realmente é. Mas... estamos na Argentina e eu adoro carne, então fui de carne mesmo e não me arrependi! Pedi um Filletto Gruyère que é um filé mignon recheado com queijo gruyère e coberto por pimentão! Para tomar, escolhemos o vinho Perro Callejero que literalmente significa cachorro vira-lata! A bodega que faz esse vinho também tem nome engraçado de fácil tradução: Mosquita Muerta Wines. rsrs Esse vinho é um blend de Malbec colhidos de diferentes parcelas de terras. Apesar dos nomes bizarros o vinho é excelente e casou muito bem com o prato!

Filleto Gruyere no La Mamma em Córdoba na Argentina
E assim encerro meus breves relatos sobre essa curta passagem por Córdoba. Quem sabe no futuro não voltamos lá pra conhecer melhor a cidade? No próximo post tem mais Argentina. Antes de voltar pra casa ainda parei um pouco em Buenos Aires onde faria conexão pro Brasil e é sobre esse meio tempo que vou escrever um pouco.

Abcs,

Renato Vieira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vinícolas em Santiago: Viña Aquitania

Santiago, Abril de 2015

A Viña Aquitania foi a segunda vinícola que conhecemos em Santiago. Assim como a Concha y Toro, fica bem afastada do centro da cidade mas pode ser acessada com certa facilidade com a combinação metrô e táxi. A estação mais próxima da Viña Aquitania é a estação Quilin, na ruta verde do metrô santiaguino.
Diferente da Concha y Toro, a Viña Aquitania é pequena e desconhecida até mesmo para muitos chilenos. O primeiro taxista que pedimos pra nos levar lá nem sabia da existência dessa vinícola. Fundada por enólogos franceses da região de Bordeaux, a Aquitania produz somente vinhos Reserva e vinhos Premium e tem produção limitada tendo como foco sempre a qualidade ao invés da popularidade e produção em massa. Ainda assim, a maior parte da pequena produção é exportada para países na Europa e para os Estados Unidos. Descobri a Viña Aquitania quando pedi dicas do Chile a Madu, uma colega de trabalho, que também gosta de vinhos e tinha visitado essa casa durante uma via…

Vulcões Lanin e Villarica - Viagem a Pucón

Junin de los Andes e Pucón, Abril de 2016

Neste post vou comentar e mostrar algumas imagens de um dos passeios mais legais que fizemos nessa viagem! Saímos de San Martín de los Andes com a Lanín Turismo com destino a cidade de Púcon, no Chile, distante cerca de 190km. No percurso adentraríamos o Parque Nacional Lanín onde teríamos a oportunidade de visualizar um vulcão que leva o mesmo nome do parque. Já em Pucón, avistaríamos outro vulcão, dessa vez o Villarica!
O passeio com a Lanin Turismo começou bem cedinho. Ainda estava escuro quando eles nos buscaram na nossa cabana em San Martin. Assim como o passeio que fizemos ao Cerro Tronador ainda em Bariloche, ficaríamos o dia inteiro fora... Dessa vez com o agravante de que faríamos uma travessia de fronteira para o Chile e este país restringe a entrada de alimentos com os turistas vindo da Argentina...

Assim, tínhamos que montar uma logística boa para manter a Amandinha bem alimentada sem chegar com alimentos na aduana chilena. Graças …

A busca pelo peixe perfeito em Pipa

Pipa-RN, Maio de 2016

Já nos últimos dias de Argentina pensávamos bastante na nossa volta ao Brasil e principalmente na  nossa chegada ao Nordeste... Pensávamos em o quanto seria gostoso poder comer um bom peixe de água salgada depois de quase duas semanas comendo carne vermelha... Desde o nosso primeiro dia em Pipa fomos então a busca desse tão desejado peixe e graças a Deus a oferta era tão grande quanto a nossa vontade! :) Encontramos alguns muito bons, outros normais mas apenas um PERFEITO! Importante é que terminamos nosso período em Pipa realizados nesse quesito! Para registro, aqui vão dois lugares onde comemos um bom peixe por lá:


Caxangá - Esse restaurante fica bem na praia e serve uma variedade de pratos para além do nosso desejado peixe! Bem tradicional em Pipa, o restaurante faz questão de anunciar através de plaquinhas os nomes de famosos que já comeram por ali... Por ligar muito pra isso (para não dizer o contrário) no momento em que estou escrevendo esse post s…

Um fim de semana frio e animado em Teresópolis

Teresópolis, Julho de 2016

No primeiro final de semana de Julho conseguimos dar uma escapada da rotina e subir a serra em direção a Teresópolis! Era inverno, a estação do ano que eu particularmente mais gosto, e aproveitaríamos um tempinho curto em Terê onde o frio costuma marcar presença nessa época...  Era a primeira vez da Amandinha por lá....Bea e eu já tínhamos ido juntos poucos anos atrás antes da Amandinha nascer...
Chegamos em Teresópolis por volta das 20hs de uma sexta-feira e fomos recebidos com bastante frio! Quando passamos pela Av Oliveira Botelho, a principal do Bairro Alto, os termômetros já marcavam surpreendentes 7°C!

Ficamos hospedados numa casa no bairro Golfe que é um tanto afastado do centro e mais próximo de uma região de mata. Depois de nos instalar, ainda aproveitamos o restinho de noite e saímos para saborear um rodízio de fondue no restaurante Índalo! Primeira rodada fondue de queijo, depois carne e por último fondue de chocolate! Pronto! Já tínhamos arma…

Reveillón 2016 em Paraty

Paraty, Reveillón 2016!

As viagens que fizemos no mês de Dezembro a Petrópolis e Visconde de Mauá nos animou a fazer algo que pra muitos é bastante comum mas para mim era novidade: Viajar no Reveillón. Nesta data, em anos anteriores, eu sempre passava com minha família ou os visitava no dia 01/Jan. Houve ocasiões em que eu inclusive trabalhava durante a virada. mas esse ano resolvi inovar.
Decidimos pela viagem depois do Natal, bem em cima da hora, e os preços tanto de pousadas como AirBnB estavam um tanto salgados. A Bea também trabalharia meio expediente no dia 31 o que nos forçaria a pegar a estrada somente no início da tarde. Mesmo em meio a esses pequenos desafios,  partimos para a última viagem de 2015 e que também seria a primeira de 2016!

O destino escolhido foi Paraty, cidade que eu havia visitado apenas uma vez antes, em 2013, e que inclusive dediquei algumas postagens nesse blog. Paraty pra mim é um lugar mágico. A arquitetura colonial portuguesa; as belas praias; o verd…